Bebidas fermentadas

Bebidas fermentadas são extremamente populares por terem um teor alcoólico menor do que das bebidas destiladas e melhores de degustar.

A cerveja e vinho são as principais a passarem pela fermentação que é o mais natural processo de fabricação de bebidas alcoólicas.

A cerveja, uma das principais bebidas fermentadas, está entre as bebidas mais consumidas no mundo, junto com água e chá.

 

O  processo de fermentação da cerveja e vinho é bem simples:

Uma matéria orgânica, cereais ou frutas, é armazenada com adição de leveduras ou apenas com as presentes na mistura por tempo adequado até que o açúcar seja transformado em álcool. As duas principais bebidas fermentadas são o vinho e a cerveja.

Estudos demonstram que é possível identificar esse processo desde o século VI a.C.,  as comunidades mais primitivas utilizavam-se do armazenamento de frutas para produzir bebidas.

No Brasil os povos indígenas produziam diversos tipos de bebidas fermentadas, entre elas o Aluá (muito consumida no nordeste do Brasil durante as festas juninas) que era feita a partir da mandioca cozida, mastigada e armazenada.

A fermentação era largamente utilizada no antigo Egito, onde já produziam um tipo de cerveja. O vinho aparece em registros da região da China e Turquia, entre o século VIII a.C. ao V a.C..

 bebidas fermentadas

Cerveja, a mais consumida entre as bebidas fermentadas

Para a produção de cerveja são utilizados água, malte de cevada, lúpulos e leveduras.

O malte de cevada é misturado a água e açúcar formando o mosto. Esse mosto forma a composição de amido necessária para que as leveduras consumam o açúcar presente e transformem em álcool e dióxido de carbono. Isso forma uma das bebidas fermentadas mais consumida no Brasil, a cerveja.

A variação na origem dos ingredientes e na demora dos processos resulta em diferentes tipos de cervejas.

A pilsen é a mais conhecida do brasileiro, cujo malte é pouco torrado, formando uma bebida mais leve.

Os principais tipos de cerveja são:

  • pilsen,
  • Weiss,
  • larger,
  • bock,
  • stout,
  • vários tipos de ale, entre outras.

Atualmente, micro cervejarias tem trabalhado com adição de ervas e condimentos a essa receita básica. Como resultado, obtêm sabores diferenciados para o público apreciador.

 

A fermentação do vinho:

No nosso país só pode ser denominado como vinho as bebidas fermentadas que são feitas exclusivamente a partir da fermentação do mosto de uvas frescas sem adição de outras matérias orgânicas.

Esse mosto é composto das uvas esmagadas, o que antigamente era feito com os pés.

Essa mistura é armazenada em tanques para que ocorra a fermentação. Para os vinhos tintos todo o mosto é armazenado. Para os vinhos brancos, se a uva utilizada não for a branca, é necessário separar as cascas.

O processo de fermentação passa por várias etapas, o vinho é coado e aguarda-se que as leveduras terminem o processo. Após o fim da fermentação, o vinho é envelhecido em barris especiais que influenciam o sabor e a qualidade do vinho.

A diferenciação entre os diversos tipos de vinho ocorre devido a qualidade das uvas, o tipo de solo e clima em que elas foram plantadas e o manejo do produtor em cada etapa do processo.

A mesma uva plantada em regiões diferentes irá gerar qualidade de vinhos diferentes. Até mesmo ervas e outras plantas são cultivadas no mesmo terreno em que as uvas, para diferenciar o seu sabor.

Dentro desse processo de fermentação do vinho podem ser extraídos os espumantes e a Champagne (um espumante produzido exclusivamente em uma região da França), que são variações retiradas do processo de fermentação com a presença de dióxido de carbono.

O vinho é muito utilizado como parte do ritual de diversas religiões. Também é conhecido por ter efeitos benéficos ao organismo, como diminuição do colesterol ruim.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.