Cervejas importadas – conheça sua variedade

Cervejas importadas

Cervejas importadas

Quem não gosta de sentir o prazer de beber uma boa cerveja? Acredita-se que ela é uma das primeiras bebidas alcoólicas criadas pelo homem.

Cerveja é a terceira bebida mais consumida no mundo, perdendo apenas para a água e o chá.

Há vários fatores que caracterizam uma cerveja:

  • sabor,
  • aroma,
  • sensação na boca,
  • aparência,
  • gravidade (a densidade da cerveja é medida) e
  • a força.

Você já deve ter ouvido falar que quando alguém quer beber uma cerveja de qualidade deve procurar pelas importadas.

 

Cervejas importadas – conheça sua variedade.

As cervejas importadas têm um preço mais elevado em função da sua qualidade, então vale a pena investir.

Já experimentou uma BarleyWine ou uma Lambic?

Essas são algumas das muitas cervejas que existem no mundo.

As técnicas de produção variam, são estilos e sabores diferentes para os mais exigentes paladares.

 

Cervejas importadas

Cervejas importadas

Por sua excelente qualidade, as cervejas alemãs são muito bem conceituadas, com diferentes estilos.

Como:

  • a Weizem que é fermentada de trigo, a
  • Kölsch com alta fermentação feita na colônia, e tem ainda a
  • Alt e a
  • Bockbier que são mais fortes com uma aparência escura.

 

Na Austrália cada região bebe uma determinada cerveja.

Já na Bélgica, os cervejeiros possuem mais de 1500 tipos de cervejas para experimentar, as mais conhecidas são:

  • AlkenMaes,
  • Binchoise,
  • Jupiler,
  • Chgimay,
  • Duvel,
  • Leffe e
  • Delirium tremens.

 

Veja agora uma lista com os nomes das cervejas importadas com rótulos premiados, das mais tradicionais até algumas curiosas: Quilmes Cristal (4,9%) é de origem Argentina, ela é bem encorpada e muito forte.

  • Tem a Budweiser (5%), a mais vendida do mundo. Nos tanques de fermentação são usadas lascas de beechwood, uma madeira especial deixando ela com sabor inigualável.
  • Leve e muito refrescante temos a cerveja holandesa Amstel. A EndingerWeiss (5,3%) é uma cerveja de trigo com levedura fina. Produzida na Holanda a Guinness (4,1%) tem uma alta fermentação e a cor escura. Produzida na capital de Praga a PilsnerUrquell (4,4%) é límpida e suave, a primeira cerveja pilsen do mundo.
  • A Meantime London Pale Ale (4,3%) possui um sabor amargo com um toque cítrico. A Mikkeller 10 (6,9%) é fabricada com 10 tipos de lúpulo.

Todas essas cervejas importadas merecem serem degustadas de gole em gole com moderação.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.